Localização
Contabilidade
Copyright © 2004 - N & A Comercial Ltda., Todos os direitos reservados, este site foi desenvolvido para ser exibido em resolução: 1024x768 ou superior.
+
Contato
+
Localização
Índice
Nossa sede:
Rua Miguel Gonçalves Correia, 59   Campo Limpo
São Paulo - SP - CEP 05786-160
Tel.  (11) 5841-4227 - 5844-3885
Fax. (11) 5842-0839
Localização
Campo Limpo

Este distrito fica situado na Zona Sul, a Região Administrativa de Campo Limpo, com 98,8 km2 , tem como limite norte a Região Administrativa do Butantã, a oeste os municípios de Taboão da Serra, de Embú e de Itapecerica da Serra, e a sul e a leste, a Represa de Guarapiranga, o Rio Pinheiros e as Regiões Administrativas da Capela do Socorro e de Santo Amaro.
Distrito: Campo Limpo
Estimativa Populacional em 2003: 191.527
Taxa anual de Crescimento: 0,33
Taxa anual de Natalidade: 26,87
Anual Migram para esse distrito: 2.599 pessoas
Estabelecimentos Comerciais
Total de Estab. Comerciais: 1.002
Na área de:
Agropecuária: 1
Indústria: 148
Construção Civil: 74
Comércio: 473
Serviços: 306

Empregos
Média anual de Empregos no setor de:
Indústria: 1.750
Construção Civil: 1.273
Comércio: 2.978
Serviços: 6.709


História

O bairro de Campo Limpo tem sua origem no caminho entre a cidade de São Paulo e as cidades de Itapecerica da Serra e Embú Guaçu. "Concomitante à fundação de São Paulo, os jesuítas começaram, em Itapecerica da Serra, um trabalho junto às populações indígenas". Esta área seria esquecida até a primeira metade do século vinte. Somente com a industrialização, por volta de 1960 é que a cidade se estende até Campo Limpo, vindo de Pinheiros e Santo Amaro. A construção da marginal Pinheiros e da via férrea São Paulo/Santos é que dão um impulso para sua explosão como núcleos habitacionais. (Gouvêa, 1997-49).

Até a segunda metade do século passado, esta região era formada basicamente por sítios e chácaras que formavam a Vila de Santo Amaro. Com o avanço do processo de urbanização, muitos sítios e chácaras se transformaram em loteamentos que, pela distância do centro de São Paulo, se tornaram uma opção para os migrantes (principalmente nordestinos e mineiros) e imigrantes (destacando-se os alemães) que buscavam lotes baratos para construírem suas casas e povoarem os primeiros núcleos que, devido à origem, denominavam-se "vilas", "parques" e "chácaras".

No início do século, com a construção da Represa de Guarapiranga (1907), a eletrificação da linha de bonde São Paulo – Santo Amaro (1913), a construção das vias: auto-estrada Washington Luís (1928) e auto-estrada de Santo Amaro (1950), temos um período de dinamização da região; mas também o momento em que a Vila de Santo Amaro é anexada à capital pelo interventor de São Paulo, Armando Sales.

Depois da 2a Guerra Mundial temos um período de expansão com o desenvolvimento industrial, facilitado pelo fácil acesso pela Marginal Pinheiros e da via férrea São Paulo/Santos (1957). Portanto, até a década de 70, o Campo Limpo era, basicamente, uma "área de ligação" entre o subcentro de Santo Amaro e os municípios limítrofes de Itapecerica da Serra e Embú-Guaçú, através de duas estradas de penetração: Itapecerica da Serra e M’Boi Mirim (a ligação preferencial com os municípios de Taboão da Serra e Embú é feita pela Rodovia Régis Bittencourt).